NOTÍCIAS

ACIP


Ismael Batista é eleito prefeito de Paiçandu

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

Ismael Batista (DEM) foi eleito neste domingo (15), o novo prefeito de Paiçandu. Ao fim da apuração, ele recebeu 9.588 votos, o que corresponde a 50,95% dos votos válidos. 

Argeu Benites (PSL) ficou em segundo, com 18,34%, seguido por Sargento Paliari (PSD), 11,85%, Wesley Rossi (PT), 10,93%, Pastor Sidnei (Avante), 3,88%, Celso Fernandes (Cidadania), 3,27%, e Claudecir Escorpião (Podemos), 0,78%.

Do total de votantes, 1.060 eleitores (5,02%) votaram em branco, enquanto outros 1.233 (5,84%) anularam o voto. O número de eleitores que não votou foi de 6.763, equivalente a 24,26% do eleitorado. A soma de brancos, nulos e abstenções é de 9.056, ou 32,49% dos aptos a votar.

Ismael Batista tem 52 anos, é casado, tem superior completo e declara ao TSE a ocupação de gerente. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 415.129,73. O vice é Val Magalhães (PROS) que tem 48 anos.

Essa foi a primeira vez que Ismael disputou uma eleição como candidato a prefeito. Nas duas últimas eleições ele foi candidato a vice-prefeito. Inclusive, em 2016 ele foi candidato a vice na chapa de Argeu Benites que ficou em segundo lugar na eleição deste ano.

Para o presidente da ACIP, Leandro Luiz Bavato Todon, a disputa eleitoral este ano foi limpa e baseada apenas em propostas e discussões de ideias. “Nesta eleição, por conta dos debates e também por meio das redes sociais, a população estava muito mais informada. Apesar de serem sete candidatos, os eleitores tiverem acesso as propostas, debates e entrevistas de todos eles”, afirmou.

Segundo Leandro, a chapa vencedora apresentou propostas e compromissos que podem ser cumpridos respeitando o orçamento do município. “O Ismael e o Val não fizeram nenhuma proposta exorbitante. Eles fizeram uma campanha com seriedade e humildade, e baseada no diálogo com a população. Por isso eles mereceram essa vitória com mais de 50% dos votos”, disse.

Outro ponto destacado por Leandro é que o plano de governo da chapa vencedora está em sintonia com as propostas apresentadas pela ACIP durante a campanha. “A entidade já apresentou os pontos que entende como prioritários para o município e temos o compromisso do Ismael e do Val com essas questões. Tenho certeza que a ACIP vai manter o bom relacionamento com a administração municipal durante a próxima gestão”, explicou. 

CLIQUE AQUI e confira o documento 35 pontos considerados pela ACIP como de fundamental importância para o desenvolvimento de Paiçandu.

Vereadores

A Câmara de Vereadores de Paiçandu também teve seus representantes escolhidos para os próximos quatro anos na eleição deste domingo. Confira a lista:

Enfermeiro Douglas (DEM) - 1.008 votos - 5,35% 
Tancredo (DEM) - 744 votos - 3,95% 
Michael Brustulin (PSD) - 665 votos - 3,53% 
Carlos Martins (PSD) - 629 votos - 3,34% 
Osvaldo Marinho (PT) - 580 votos - 3,08% 
Nilson Extrabom (PSL) - 534 votos - 2,83% 
Deisi Medeiros (DC) - 508 votos - 2,69% 
Carlos Itaipu (PSL) - 406 votos - 2,15% 
Djalma da Autoescola (PL) - 329 votos - 1,75%

A eleição para Câmara contou com um alto grau de renovação Apenas três vereadores foram reeleitos. A próxima legislatura vai contar ainda com quatro novatos e mais dois que já foram vereadores em anos anteriores. 

Votos para a prefeitura

Ismael Batista (DEM) - 9.588 votos - 50,95% 
Argeu Benites Lopes (PSL) - 3.451 votos - 18,34% 
Claudemir Paliari (PSD) - 2.229 votos - 11,85% 
Wesley Rodrigo Rossi (PT) - 2.057 votos - 10,93% 
Sidnei Almeida Silva (Avante) - 730 votos - 3,88% 
Celso Fernandes da Silva (Cidadania) - 616 votos - 3,27% 
Claudecir Pereira da Silva (Podemos) - 146 votos - 0,78%

Fonte: Acip
Últimas Noticias
Natal deve ser insuficiente para alavancar o comércio

O Natal deste ano pode ter desempenho insuficiente para alavancar a retomada do comércio ao longo de 2021.

Apesar de ser a principal data para o setor, incertezas em relação à pandemia e sobre como a economia deve reagi...

Governo adia envio de proposta própria de reforma tributária

O governo desistiu de enviar uma proposta própria de reforma tributária até a eleição dos presidentes de Câmara e Senado. A estratégia é deixar para o Congresso o custo de tentar avançar com a me...

Fachin vota por tornar contrato intermitente inconstitucional

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quarta-feira (2) por tornar inconstitucional o trabalho intermitente.

Fachin é relator do tema no STF, e o julgamento será retomado nesta quinta (3), com os...