NOTÍCIAS

ACIP


Parte do comércio volta a funcionar em Paiçandu

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

Após uma longa e cuidadosa negociação entre a ACIP e a prefeitura de Paiçandu, a administração municipal autorizou a reabertura de parte do comércio da cidade a partir desta quarta-feira, dia 08. Todas as regras para a volta ao funcionamento foram especificadas no decreto municipal nº 153/ 2020.

O presidente da ACIP, Levi Cezar Todon, explicou que uma série de reuniões foram realizadas para que a reabertura do comércio pudesse acontecer de forma segura. “A prefeitura montou um comitê que analisou todas as medidas necessárias para que a volta do comércio pudesse acontecer de forma organizada e que preserve a saúde de todos”, explicou. 

O prefeito de Paiçandu, Tarcísio Marques, destacou que apesar da reabertura do comércio o distanciamento social ainda deve ser observado. “Não é pra sair pra rua sem motivo ou ficar na frente das lojas. Não será permitido nenhum tipo de aglomeração”, explicou. A recomendação é que a população faça as compras necessárias e voltem para suas casas o mais rápido possível.

Ao longo dos próximos dias a ACIP vai divulgar uma série de orientações para auxiliar os comerciantes sobre todos os procedimentos necessários para atender às exigências do decreto. O principal canal de divulgação será o grupo no WhatsApp em que estão todos os associados da ACIP. Aqueles que por acaso não estiverem no grupo, devem entrar contato pelo telefone 3244-2211 para solicitar a inclusão. 

Além disso, as informações também serão disponibilizadas no site e na página no Facebook da associação. Dessa forma, empresários não associados e a população em geral poderão ter acesso ao material. O objetivo é que todos possam comprar com segurança. 

O vice-presidente da ACIP, Leandro Luiz Bavato Todon, reforçou a importância de os empresários zelarem pela saúde das suas equipes e dos seus clientes. “O decreto municipal traz uma série de medidas que precisam ser respeitadas. Existe, por exemplo, um limite para o número de clientes que podem ser atendidos ao mesmo tempo. Isso pode gerar fila na entrada de alguns estabelecimentos. Nesses casos, o comerciante deve fazer marcações no chão com a distância mínima de dois metros entre elas”, orientou. 

Outra determinação é que as lojas não poderão disponibilizar água, café, sucos e afins para os clientes. “Bebedouros, aquela balinha ou bolacha que fica ali para agradar o cliente não será permitido”, explicou Leandro. Ele destacou ainda a importância do distanciamento durante o atendimento. “Evite aquele aperto de mão quando chega na empresa. E sempre mantenha uma distância segura” disse. 

Além disso, o decreto também trouxe uma série de normas para higienização dos ambientes, equipamentos e funcionários. Para conferir todas as normas CLIQUE AQUI e confira o decreto na íntegra.  

De acordo com a prefeitura irá acontecer fiscalização permanente sobre o cumprimento das normas estipuladas no decreto. “É importante que os comerciantes sigam tudo o que está estabelecido no decreto para que a reabertura possa se estender. Se não houver colaboração vai ter fiscalização e todos vamos ser penalizados”, afirmou Levi. 

Entre os setores que ainda ficam proibidos, estão as academias, cultos religiosos, instituições de ensino, casas noturnas e similares, clubes e outras atividades que geram aglomerações. Para não haver dúvida sobre o que pode e o que não pode abrir a prefeitura elaborou uma cartilha sobre o tema. CLIQUE AQUI e confira. 

Fonte: Acip
Últimas Noticias
Quase 40% dos namorados combinaram de não dar presentes

O dia dos namorados não deve movimentar as vendas como, geralmente, se espera da data. Segundo pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), somente 50,9...

Governo quer discutir "Super Refis" junto com reforma tributária

A equipe econômica já se movimenta para tentar barrar o ímpeto de parlamentares por um novo e amplo programa de parcelamento de débitos tributários. Projeto apresentado na quarta-feira na Câmara cria um “Super R...

Senado aprova obrigação de uso de máscara em todo o país

Os senadores aprovaram, por 76 votos favoráveis e nenhum contrário, projeto que determina a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual para circulação em espaços públicos e privad...