NOTÍCIAS

ACIP


Aprovação da reforma tributária deve ficar para 2020

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

A aprovação da reforma tributária, uma das promessas do atual governo, deve ficar para o ano que vem, segundo uma fonte da área econômica, citando a complexidade do tema e o calendário apertado no Congresso.

A prioridade número um do governo é conseguir concluir a reforma da Previdência, ainda em discussão no Senado, e o segundo passo será o encaminhamento do pacto federativo, disse a fonte, em condição de anonimato.

"O acordo (com as lideranças no Congresso) é iniciar o pacto federativo assim que acabar a Previdência", afirmou a fonte à Reuters. "Alguma coisa da reforma (tributária) pode ser esse ano, mas não toda", acrescentou.

Parlamentar da base do governo na Câmara confirmou que só será possível votar o tema tributário no ano que vem, e que este é o acordo na mesa.

"Estão costurando um acordo para fechar a distribuição (dos recursos) da cessão onerosa", pontuou a fonte, em referência a um impasse que está travando a apreciação em segundo turno da reforma da Previdência no Senado.

"Acho até difícil conseguir esse ano votar o novo pacto federativo", emendou.

O texto da reforma tributária do governo ainda não está fechado, mas a expectativa é que seja formalmente apresentado aos parlamentares nas próximas semanas.

As discussões sobre a criação de um imposto sobre pagamentos nos moldes da extinta CPMF acabaram turvando o horizonte para a apresentação da proposta do Executivo, enquanto Câmara e Senado já analisavam, cada Casa, reformas tributárias distintas.

Contrário ao imposto sobre transações, o presidente Jair Bolsonaro foi a público descartar sua implementação, num imbróglio que culminou com a demissão do então secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra.

"A tributária foi precipitação por protagonismo", avaliou a fonte da equipe econômica.

Fonte: Reuters
Últimas Noticias
Governo e Congresso discutem parcelamento de impostos

O governo e o Congresso já discutem a possibilidade de criar um programa de parcelamento dos impostos que estão sendo adiados por decisão da própria Receita Federal durante a crise do novo coronavírus.

A avalia&c...

Atividade do comércio tem maior queda em 20 anos, mostra Serasa

As restrições de mobilidade e o isolamento social impuseram ao varejo o pior resultado em duas décadas. Dados do Indicador de Atividade do Comércio apurado pela Serasa Experian mostram que as vendas no varejo apresentaram um recu...

Governo prevê para próxima semana liberação de crédito a empresas

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, afirmou nesta terça-feira (2) que o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) ...