NOTÍCIAS

ACIP


Endividamento e inadimplência das famílias recuam em dezembro

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

Os brasileiros ficaram menos endividados na reta final do ano passado, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) mostra que a proporção de famílias com dívidas caiu de 60,3% em novembro para 59,8% em dezembro.

O resultado é também 2,4 pontos porcentuais inferior ao de dezembro de 2017, quando 62,2% das famílias estavam endividadas.

A inadimplência também teve ligeira queda: 22,8% das famílias tinham dívidas ou contas em atraso em dezembro de 2018, contra 22,9% em novembro. Em dezembro de 2017, 25,7% das famílias estavam inadimplentes.

O total de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso e que, portanto, permaneceriam inadimplentes diminuiu de 9,5% em novembro para 9,2% em dezembro. Há um ano, essa fatia era de 9,7%.

“As taxas de juros em patamares mais baixos constituem um fator favorável à queda da inadimplência, assim como a sazonalidade do período. O recebimento do décimo terceiro salário favorece o pagamento de contas em atraso”, justificou a economista Marianne Hanson, da CNC, em nota oficial.

O cartão de crédito manteve-se como o principal tipo de dívida, mencionado por 78,1% das famílias entrevistadas, seguido pelos carnês (14,7%) e pelo financiamento de carro (10,2%). O tempo médio de atraso no pagamento de dívidas foi de 63,5 dias em dezembro de 2018, abaixo dos 64,3 dias registrados no mesmo período do ano anterior. Em média, o comprometimento com as dívidas foi de 6,9 meses, sendo que 31,3% das famílias possuíam dívidas por mais de um ano. Entre os endividados, 19,6% afirmaram ter mais da metade da renda mensal comprometida com o pagamento de dívidas.

A pesquisa considera como dívidas as contas a pagar através de cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguro.

Fonte: O Estado de S.Paulo
Últimas Noticias
Paranaenses começam o ano mais propensos a consumir

Os paranaenses iniciaram o ano mais motivados a consumir. O indicador de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgado ...

5 atitudes para cortar custos sem perder desempenho

Diante de incertezas políticas e econômicas, micro, pequenas, médias e grandes empresas estão empenhadas em enxugar custos.

Renegociação de contratos, otimização de processos e implantaç...

4 lições garantem longa vida para empresas familiares

Há um paradoxo no mundo empresarial que muitos estudiosos de gestão gostariam de ajudar a resolver. Refere-se ao papel das empresas familiares na construção de riqueza.

Elas são responsáveis por 80% da ati...