NOTÍCIAS

ACIP


Maioria dos pagamentos é feita com cartão de débito

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

A participação dos cartões de débito nas transações eletrônicas aumentou em 2017, de acordo com levantamento do Banco Central (BC).

Segundo o órgão, os pagamentos com esse tipo de cartão concentraram 55,4% das transações eletrônicas no ano passado, contra 53,9% em 2016.

Em nota, a autoridade monetária informou que a popularização dos cartões de débito está em linha com os parâmetros da autoridade monetária, que tem procurado incentivar os pagamentos eletrônicos.

“Aumentou a participação das operações com cartões de débito, o que está em consonância com o direcionamento dado pelo BC de que o cartão de débito seja cada vez mais utilizado como instrumento de pagamento”, informou o órgão.

Os cartões de débito lideraram o crescimento entre todas as modalidades de meios eletrônicos. Segundo o BC, o número de cartões de débito ativos no Brasil aumentou de 101,283 milhões no fim de 2016 para 107,599 milhões no fim do ano passado, alta de 6,24%.

O total de cartões de crédito passou de 81,97 milhões para 83,52 milhões, crescimento de 1,89%.

Em relação ao número de transações, o total de pagamentos no débito saltou de 6,8 bilhões para 7,9 bilhões em 12 meses, alta de 16,2%. O total de operações na função crédito subiu de 5,9 bilhões para 6,4 bilhões, variação de 8,5%.

Fonte: Diário do Comércio
Últimas Noticias
Governo publica regras para declaração do Imposto de Renda 2019

A Receita Federal divulgou nesta sexta-feira as regras para declaração do Imposto de Renda de 2019. A apresentação da declaração do IR 2019, ano-base 2018, começa no dia 7 de março e se estende at&eacu...

Por que sua empresa deve investir em benefícios corporativos?

Um estudo publicado pelo grupo de recrutamento Page Talent indica que jovens nascidos a partir de 1990 são cada vez mais atraídos por empresas que oferecem benefícios corporativos. Já a comunidade de carreiras Love Mondays revela...

Falta de comunicação gera prejuízo

Fatores externos, como crises políticas e econômicas, atingem em cheio os resultados de indústrias e empresas brasileiras. Porém, para além disso, questões internas também são fatores que atrapalham, e ...